fbpx

Dispositivos móveis também podem ser monitorados remotamente?

Com a crescente demanda por mobilidade, os dispositivos móveis estão proliferando em uma taxa exponencial no mundo corporativo, tornando-se essenciais no cotidiano de grande parte das empresas. Mas para a área de TI, manter o controle quando os colaboradores trazem seus smartphones para o escritório e os utilizam para compartilhar dados é uma tarefa bastante difícil, pois ameaças significantes podem ser introduzidas à segurança corporativa.

E para fazer o gerenciamento e monitoramento de forma eficaz, é necessário adotar uma ferramenta de Gerenciamento de Dispositivos Móveis (MDM). Este habilita negócios a lidarem com desafios associados a mobilidade ao fornecer um modo simplificado e eficiente para gerenciar todos os aparelhos com acesso à rede e monitorar a conformidade com as políticas estabelecidas. A seguir, conheças os benefícios do monitoramento remoto e como incorporá-lo em sua empresa.

Gerenciando uma frota de dispositivos

O crescimento da quantidade de dispositivos presentes nas companhias é significante. Essa tendência estende-se em função da permissão para que funcionários utilizem seus aparelhos pessoais como ferramentas de trabalho, interagindo com os sistemas da empresa sem a necessidade de acesso remoto. Esse conceito é conhecido como “traga seu próprio dispositivo”, ou BYOD (Bring your own device), sendo um dos responsável pela necessidade de maior controle e gestão de equipamentos nas empresas.  

Para administrar uma gama de aparelhos, é necessário ter um console administrativo centralizado, onde todos os dispositivos e usuários possam ser visualizados. O console baseado na web de HTML5 é integrado com sistemas corporativos já existentes, podendo ser acessados a qualquer hora e lugar. Já a integração de Serviços de Diretório (AD/LDAP) habilita a personalização de grupos e a eliminação ou minimização de tarefas de implantação e gerenciamento de aparelhos. 

A metodologia das empresas MSP

Nos últimos anos, a evolução no setor de TI tem impulsionado as mudanças do MDM, onde ele passa a gerir tanto aparelhos como a experiência do usuário. Os prestadores de serviços precisam focar na experiência do usuário, garantindo que seus dados e aplicativos sejam utilizados de forma confiável, consistente e segura. Para criar uma gestão eficiente focada no usuário, o Provedor de Serviços Gerenciados (MSP) baseia-se em perguntas como: os dados dos usuários estão sempre disponíveis em qualquer lugar? Em quais aparelhos? E os aplicativos? Como o usuário consegue utilizá-los em vários ambientes? Seus dados estão seguros?

Enquanto gerencia a complexidades dos dispositivos, aplicativos e sistemas, o MSP se preocupa em fornecer acesso simples e consistente. Focar na experiência do usuário é inevitável, pois essa é a próxima etapa da evolução. E para garantir seu sucesso no futuro, os prestadores de TI terão que evoluir juntamente com as necessidades dos clientes.   

A rede de controle de acesso

O simples processo de inscrição de dispositivos móveis fornece um fluxo consistente de cadastro de usuários em todas as plataformas principais. Isso possibilita que a equipe de TI rastreie dispositivos remotamente, obtendo informações imediatas de inventário, conformidade, proteção e saúde dos mesmos. A plataforma possibilita a aplicação de níveis de acesso de acordo com a posição ocupada pelo colaborador na empresa, o que auxiliará na seleção de dados que podem ser acessados dependendo do que ele necessita para desenvolver seu trabalho.

O MDM pode ser utilizado para definir os controles de segurança dos smartphones, garantindo que eles estejam alinhados com a política da empresa. Todos os dispositivos que tentam se conectar à rede passam por uma verificação. Caso não atenda aos requisitos de segurança corporativo ou não está devidamente atualizado, o acesso pode ser negado. Quanto isso acontece, o usuário é direcionado para uma página contendo os recursos necessários para atingir a conformidade.

Proteção de dados em qualquer situação

O MDM é uma solução que oferece condições para assegurar que o conteúdo armazenado na memória do aparelho estejam protegidos em qualquer situação, como perda, roubou ou extravio. Caso isso aconteça, os dados poderão ser apagados remotamente e, se for encontrado posteriormente, as informações poderão ser recuperadas.

A plataforma evita o acesso não autorizado e o vazamento de dados comerciais, além de possuir anti-vírus, firewalls, rastreamento e sincronização de dispositivos e execução de limpeza de dados. 

Os benefícios que a contratação desse sistema oferece às empresas são aparentes, indo desde a redução de custos com suporte até a diminuição dos riscos para os negócios e maior proteção das informações da empresa.

Você já utiliza o monitoramento remoto de dispositivos móveis em sua empresa? Quais benefícios foram gerados? Conte-nos suas experiências nos comentários!

Assine nosso canal para receber
conteúdos relevantes para o seu negócio.