fbpx

Fim do suporte para o Windows Server 2003

Em 2014, o Windows XP, sistema operacional que entrou pra história e, segundo dados e que, estima-se, ainda é usado em quase 5% dos sistemas desktop no mundo, viu seu suporte ser encerrado, fazendo com que novas atualizações de segurança não mais sejam disponibilizadas. Agora é a vez de uma versão servidor do sistema operacional, com mais de 10 anos de estrada, ver interrompida as atualizações de segurança: chega ao fim, em julho de 2015, o suporte ao Windows Server 2003.
Na prática, o fim do suporte significa que novas atualizações, inclusive as de segurança, não mais serão disponibilizadas para o sistema operacional. No caso de um sistema para servidores, isso acende um enorme farol vermelho, na medida em que os computadores que o executam passam a ficar vulneráveis a falhas conhecidas. Ou seja, as empresas que ainda o utilizam, devem, necessariamente, buscar um caminho de migração.
Com a popularização da computação em nuvem, as alternativas de migração são muitas. Além do caminho mais óbvio, que inclui a atualização para a versão mais recente de seu SO para servidores, o Windows Server 2012 R2, existem outras alternativas, como a migração para o Microsoft Azure ou o Office 365, ambos plataformas em nuvem, a primeira uma Plataforma como um Service (PaaS – Platform as a Service) e a segunda um Software como um Serviço (SaaS – Software as a Service). Além dessas alternativas, existe ainda a possibilidade de utilização do System Center 2012 R2, que em conjunto com o Windows Server pode trazer uma solução completa de rede, com gerenciamento unificado entre ambientes próprios, terceirizados, na nuvem e até mesmo do Microsoft Azure.
Aqueles que hoje utilizam o Windows Server apenas como uma plataforma de colaboração podem, de fato, encontrar na contratação do Office 365 uma alternativa viável a suas necessidades. Já aqueles que rodam serviços específicos, podem migrar para a nuvem e adotar o Microsoft Azure. Uma parcela significativa, entretanto, tem como caminho recomendável a migração para a versão mais recente do SO, o Windows Server 2012. E para aqueles que pretendem adotar uma solução mista, o System Center 2012 pode ser uma boa opção.
O que não é uma opção é não fazer nenhuma migração. Como as atualizações de segurança não mais são fornecidas pela Microsoft quando o suporte estendido ao software é encerrado, o sistema fica vulnerável, passível de ter falhas de segurança conhecidas exploradas por hackers e atacantes. Como algumas das falhas que forem identificadas em versões ainda com suporte do Windows podem também estar presentes no Windows Server 2003, o próprio lançamento de uma atualização de segurança por parte da Microsoft para as versões mais novas do SO pode ser o mapa de entrada para usuários mal intencionados. Isso ocorre na medida que, através de engenharia reversa da correção, podem identificar precisamente qual a falha e verificar se a vulnerabilidade também existe no sistema sem suporte.
Portanto, as empresas que ainda utilizam o Windows Server 2003 precisam urgentemente buscar uma nova alternativa. O ideal é que discutam com uma consultoria especializada quais as melhores opções para seu cenário específico, para que possam determinar com segurança a que mais se adequa ao seu caso.
A Strati possui uma gama de serviços que permite que sua TI continue sempre rodando sem problemas, mantendo a disponibilidade e continuidade de seu negócio. Saiba como a Strati pode auxiliá-lo com a migração de seu sistema Windows Server 2003 e muitas outras questões acessando AQUI
 
 

Assine nosso canal para receber
conteúdos relevantes para o seu negócio.