fbpx

Análise de vulnerabilidade: o que é e como ela pode melhorar a segurança de dados na sua empresa?

Torne-os-dados-de-sua-empresa-mais-seguros

Um assunto crucial para as empresas, a análise de vulnerabilidade se faz necessária, para identificar se o seu negócio está realmente protegido e preparado contra as ameaças e riscos diários.

Ter qualquer brecha no sistema de proteção de sua empresa é deixar toda a sua rede exposta aos criminosos. Isso porque, estes estão sempre atentos às falhas humanas e dos softwares, para praticar a invasão.

Dessa forma, conseguem roubar senhas e dados, em um sequestro de rede que resulta em perda financeira irreversível, além de parada significativa da produção.

Além disso, esses ataques estão cada vez mais frequentes, tornando-se, então, fundamental garantir ao máximo, a segurança de dados do seu negócio.

Continue a leitura e entenda tudo sobre a análise de vulnerabilidade e como ela pode ser aplicada na prática, em sua empresa.

O que é análise de vulnerabilidade?

Antes de mais nada, vamos entender o que é esse recurso. Trata-se, portanto, de uma série de processos realizados, para reconhecer cada uma das vulnerabilidades do sistema de cibersegurança.

Com isso, é possível identificar as falhas e classificá-las. Após esse ponto, é importante que profissionais de TI, tomem as decisões necessárias, para corrigi-las.

Ainda nesse ponto, é crucial considerar:

  • Entender que é possível identificar falhas humanas e dos próprios softwares, para tornar mais fácil a correção;
  • Realizar a análise com frequência, em especial, pelo aumento dos ataques feitos por hackers.

Assim, aumenta-se, não apenas a segurança do ambiente de TI, mas, da organização como um todo.

Por que realizar a análise de vulnerabilidade em sua empresa?

De acordo com o que citamos acima, o roubo e sequestro dos dados da sua empresa devem ser prevenidos. Isso porque, muitas vezes, os dados coletados em uma invasão, podem ser os verdadeiros ativos da empresa no mercado.

Deixar seus dados expostos a falhas do sistema de proteção, portanto, pode atrair os invasores. E assim, a empresa estará em total vulnerabilidade.

Ter a rede invadida, sobretudo, compromete sua imagem perante seus clientes e parceiros, bem como, para o fechamento de novos contratos, por mexer diretamente com a credibilidade das informações e a segurança dos dados.

Quais são os principais diagnósticos levantados por esse processo?

Realizar uma boa análise de vulnerabilidade na sua empresa é importante, pois, é através dela que você poderá conhecer qual é a necessidade em cibersegurança da sua rede. Isso porque, é através dela que se pode conhecer:

  • As possíveis falhas sobre configurações de softwares, a falta de updates disponíveis, como são feitas as permissões de acesso à rede, problemas com patches de segurança, entre outros pontos;
  • Meios de fortalecer a segurança de sua rede, a fim de manter os ransomwares e malwares longe dos dados;
  • Contas inativas, senhas fracas, falta de padronização de acessos, licenças de sistemas desatualizados ou demais itens que deixem a segurança vulnerável;
  • Onde os softwares de segurança podem ser reforçados, para que se tornem mais robustos e confiáveis.

Ainda assim, essa análise pode ajudar a:

  • Mapear e documentar os processos de produção;
  • Manter a realização dos updates contínuos, para a proteção do sistema;
  • Estar em conformidade com a LGPD, conforme a determinação da lei;
  • Melhorar e aperfeiçoar com frequência, a infraestrutura da empresa, como um todo.

Invista-na-proteção-de-rede-de-sua-empresa

Como aplicar a análise de vulnerabilidade na sua empresa

De fato, para garantir a sua eficiência, esse processo delicado deve ser realizado com muita atenção. Por isso, confira abaixo, quais cuidados devem ser tomados, ao aplicar a análise de vulnerabilidade na sua empresa.

Análise de riscos

Ao iniciar, faz-se o mapeamento de todo o processo de segurança em TI utilizado na empresa, de acordo com suas necessidades e particularidades do negócio.

Para tanto, é necessário entender sobre os setores da organização e listar todos os ativos existentes, que podem se tornar vulneráveis. Nesse ponto, portanto, é importante considerar dispositivos móveis, estações de trabalho, servidores etc.

Após entender seu funcionamento, é possível levantar alguns pontos de atenção. Isto é, manter as informações sensíveis em total segurança. Por exemplo:

  • Planos de negócios;
  • Informações públicas sobre a organização;
  • Dados exclusivos a setores ou funcionários. Por exemplo, a planilha de salários;
  • Dados internos não confidenciais;
  • Informações confidenciais.

Muito cuidado sobre a LGPD

Como já conhecemos, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), serve para garantir que os dados estejam seguros.

Isso implica, portanto, em como esses dados são coletados, armazenados, tratados e compartilhados. Sendo assim, ela propõe regras para esses processos.

Por isso, é fundamental que o seu sistema de segurança garanta total proteção aos dados da sua rede. Com base na lei citada acima, esse sistema deve assumir a responsabilidade de confidencialidade, integridade e disponibilidade das informações essenciais.

Documentação em dia

Um ponto crucial, para a realização da análise de vulnerabilidade é a conferência da documentação cibernética da sua empresa. Nesse aspecto, portanto, é feita a conferência de todas as credenciais e senhas de acesso.

Ainda assim, é realizada uma análise profunda sobre os acessos a softwares desatualizados, hábitos de downloads de arquivos suspeitos, acessos a sites e portais que ofereçam riscos à rede, entre outros.

Simulação de invasão à rede

É muito mais fácil entender os riscos, quando se torna possível visualizar todas as perdas originadas pelo roubo e sequestro de dados.

Por isso, no processo de análise, é possível simular o quão prejudicial pode ser, a invasão à rede da empresa, de maneira prática.

banner-manual-de-boas-praticas

Eliminando os riscos

Após realizar todas as etapas da análise de vulnerabilidade, obtém-se um diagnóstico dos principais pontos a receberem uma melhoria na segurança dos dados.

A mitigação dos riscos tem início na identificação dos pontos de maior vulnerabilidade, bem como, mais facilidade de invasão.

Corrige-se, portanto, as falhas do sistema, de acordo com o grau de complexidade e nível de facilidade de violação.

Para garantir uma análise de vulnerabilidade consistente e segura para a sua empresa, é importante contar com uma equipe de profissionais especializados. No entanto, se a equipe de TI interna da empresa não tiver expertise suficiente para atender essa demanda, busque alternativas.

Uma empresa formada por profissionais de alto conhecimento em cibersegurança, por exemplo, pode ser uma ótima solução para garantir a proteção de sua rede. Isso porque, elas costumam somar tecnologia de ponta, com recursos humanos de alta performance.

Assim, sua rede terá atendimento 24/7, somados a uma estratégia de proteção formada por softwares de alto desempenho e custo ideal para a sua empresa.

A propósito, conheça o diagnóstico de sua empresa, através da Calculadora de Cibersegurança da Strati. Com ela, você conhecerá as principais falhas do seu sistema de segurança, os GAPs identificados e as melhores soluções para o seu negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *